Projeto de escoramento da laje

Para calcular as linhas de escoras vamos utilizar o critério de espaçamento máximo de 1,30 m para lajes de até 16 cm de espessura e 1,00 m para espessura superiores.

Como exemplo utilizaremos um cômodo com 4,80 x 6,00 m de vão livre, isto é, na modulação dos trilhos serão 14 vigotas de 5,00 m.

Modulação dos trilhos.

Em nosso primeiro exemplo será uma laje treliças H12 EPS, LT16 (10+5), com peso próprio de 214 Kgf/m².

Para determinar a quantidade de linhas de escora dividimos vão livre de 4,80 m por espaçamento máximo de 1,30 m.

4,80 / 1,30 = 3,7 ∴ 4

Isto é, dividindo o vão livre por 4 teremos 1,20 m de espaçamento entre linhas de escora, que esta dentro do limite de 1,30 m.

No sentido oposto dos trilhos fazemos o mesmo cálculo.

6,00 / 1,30 = 4,6 ∴ 5

Com isso, no sentido oposto as linhas, coincidentemente, também ficarão com 1,20 m de espaçamento.

Escoramento LT16.

Para um vão livre de 2,80 x 6,00 m, utilizando a mesma laje anterior, a distribuição das escoras ficariam conforme imagens abaixo.

Escoramento LT16.
Distribuição das escoras.
Vista inferior do escoramento.

Se alterarmos a laje para uma laje treliça H16 com EPS, LT20 (14+6), com peso próprio de 238 Kgf/m², para o vão livre de 4,80 x 6,00 m.

Para esse tipo de laje o espaçamento máximo deve ser de 1,00 m, fazendo as cálculos igual a laje anterior temos espaçamento de 0,96 m e 1,00 m.

Escoramento LT20.

Verificação

Importante nesses casos é conferir a carga suportada por cada escora e perfil, assim como sua deformação.

Em nosso calculo de verificação vamos utilizar a laje LT16 com pé direito de 3,00 m. As especificações técnicas da escora e perfil são fornecidas pelo fabricante das peças, como por exemplo resistência, modulo de elasticidade, momento de inercia, etc.

No vídeo abaixo segue o roteiro de cálculo.

Dimensionamento de escora metálica para laje treliça.