Tipos de apoio

Se tratando de laje existe dois vínculos de apoio possíveis, são eles: simples e engastado. Dentre esses não existe melhor ou pior, cada caso deve ser estudado individualmente e escolher a opção mais econômica e que atenda as necessidades do projeto. Alguns fatores que interferem na decisão são: tipo de estrutura, método construtivo, vão livre, sobrecarga, etc.

A diferença básica entre elas é que no apoio simples são transferidos apenas esforços verticais para o apoio enquanto o engastado transfere também os esforços de torção.

Trilho engastado na viga.
Engaste de continuidade
Apoio simples

Vantagens engaste

  • Requer menor área de aço positivo;
  • Menor flecha;

Desvantagens engaste

  • Maior atenção na execução;

A laje engastada geralmente requer menos ferragem positiva na vigota se comparada com a simplesmente apoiada o que consequentemente gera uma economia economia.

Porem alguns cuidados devem ser tomados na montagem afim de garantir a monoticidade da estrutura e o correto engastamento da laje, principalmente na montagem das ferragens negativas. Conforme dito anteriormente, uma laje engastada requer menos ferragem positiva e se a montagem não for bem executada essa laje se comportará como simplesmente apoiada e correrá o risco de estar subdimensionada.

Outro problema é se dimensionar a estrutura para uma laje simplesmente apoiada e na execução optar por engastar a laje. Nesse caso para a laje em si não será um problema já para a viga que receberá a laje talvez sim, visto que, ela irá receber esforços de torção que não foram previstos inicialmente.